7 de jun de 2013

Depilação

Grávida pode fazer depilação?

Sim, grávida pode fazer depilação, mas talvez doa mais que o normal. As grávidas têm um maior fluxo de sangue correndo pelo corpo, especialmente na área vaginal, e podem sofrer mais que de costume na hora da depilação. 

"Tanto a cera quente como a fria não fazem mal para a mãe ou para o bebê, mas é preciso tomar bastante cuidado com as condições de higiene do local onde a mulher se depila, porque, isso sim, pode ser fator transmissor de doenças", afirma a obstetra Daniela Maeyama, do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo. 

Para evitar problemas, certifique-se de que a cera usada em você não é reaproveitada de outras clientes (mesmo que seja quente) e que todo o material utilizado seja descartável. 

Evite os cremes depilatórios, porque eles são produtos químicos mais fortes, que podem conter amônia na fórmula e passar para a corrente sanguínea da mãe e, consequentemente, para o bebê em desenvolvimento.

Usar lâmina de barbear também pode, mas tenha em mente que durante a gravidez há mais probabilidade de você ter pelos encravados, que podem incomodar bastante. 

Procedimentos de depilação definitiva, como os com laser ou eletrólise, são em princípio seguros, mas não são aconselháveis durante a gestação, porque a mudança hormonal pode provocar o escurecimento da pele no local das aplicações. Outras técnicas, que envolvem a inserção de produtos químicos no local onde o pelo crescia, não são aconselhadas. 

0 comentários:

Postar um comentário