12 de jul de 2013

Semana a semana

A trigésima nona semana...

O peso considerado normal para um recém-nascido é entre 2,5 e 3,8 quilos. O comprimento pode variar entre 46 e 54 centímetros. Imagine uma melancia dentro da sua barriga! 
Seu líquido amniótico, que era translúcido, agora está mais opaco e leitoso por causa do verniz caseoso, a camada viscosa que envolvia o bebê e começa a se desfazer. As camadas mais externas da pele dele também estão descamando, enquanto se forma uma camada nova. 
Se você achar que os movimentos do bebê diminuíram ou pararam, procure o médico. O mais provável é que o bebê esteja apenas dormindo, mas o melhor é tirar a dúvida e descartar a probabilidade de algum problema. 
O grande dia está chegando, e logo você vai estar com seu bebezinho nos braços. Não é incomum os bebês só nascerem depois da data prevista para o parto. 
Não tem jeito: os últimos dias da gravidez parecem mais compridos que a gestação inteira. Concentre-se nos preparativos finais para se distrair. A mala da maternidade já foi feita e conferida?
Se você não tiver nenhum sinal de trabalho de parto, converse com seu médico para saber o que ele pensa da possibilidade de induzir o parto normal, antes de partir direto para a cesariana, que tem uma recuperação mais demorada. 
Nas consultas com o obstetra, ele provavelmente fará um exame interno para ver se você já tem alguma dilatação no colo uterino. Faça muitas perguntas e não tenha vergonha de procurar o médico ou a maternidade em caso de preocupação ou alarme falso. Eles estão mais do que acostumados. 
Você já deve ter visto na TV e em filmes aquelas cenas em que a bolsa rompe e a mulher começa a sentir dores na hora. Na vida real, não é bem assim. Só em 15% dos casos a bolsa estoura antes de o trabalho de parto começar. 
Talvez você veja um "sinal", um pouco de sangue na calcinha ou uma substância gelatinosa, que o chamado tampão mucoso. A saída do tampão não quer dizer que o trabalho de parto seja iminente. Ele pode começar um ou dois dias depois, ou até uma semana. 
Se este é seu primeiro filho, o trabalho de parto deve ser lento, mas há formas de acelerar o processo, tanto com meios naturais quanto artificiais, determinados pelo obstetra. 

0 comentários:

Postar um comentário